Dr Ricardo Kaempf, Especialista em Cirurgia da Mão e Microcirurgia.
M

uitas pessoas desconhecem que existe uma especialidade médica chamada Cirurgia de Mão. A história desta especialidade tem sua origem na Segunda Guerra Mundial motivada pela necessidade de reintegrar com maior rapidez os soldados que sofressem lesões complexas no membro superior. Até o surgimento da cirurgia de mão como uma disciplina específica as feridas ocorridas na mão ou braço eram tratadas por diversos especialistas: um ortopedista cuidava das fraturas, um neurocirurgião se ocuparia das lesões nos nervos e um cirurgião plástico iria tratar das lesões de pele e tendões.
Mesmo se tratando de especialistas competentes, o resultado muitas vezes não era satisfatório, retardando a reabilitação do paciente e sua reintegração ao exército, acarretando com frequência rigidez e diminuição da funcionalidade da mão.
Foi desta maneira que surgiu a figura do cirurgião especialista com o conhecimento e o treino necessário para tratar clínica e cirurgicamente cada parte das lesões da mão e do membro superior até o cotovelo compreendendo ossos, ligamentos, tendões, músculos, articulações, vasos sanguíneos, nervos e, inclusive, a parte estética.
Para se tornar um cirurgião de mão o médico precisa, além dos seis anos de estudo na faculdade de medicina, fazer uma residência de ortopedia – que são mais três anos – e mais dois anos de residência em cirurgia de mão, totalizando onze anos de treinamento. Após esse período ele passa por um teste teórico e prático para obter o certificado de membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia de Mão.
Fica assim qualificado para exercer a especialidade cujo principal objetivo é tratar as doenças da mão cirúrgicas e não cirúrgicas e restabelecer a função, proporcionando o retorno imediato do movimento e da sensibilidade.


Doenças da Mão

Orientações para pacientes

Publicações sobre doenças da mão.

youtube iconlinkedin iconinstagram iconfacebook icon
error: Content is protected !!