Por que consultar um especialista em mão?

1) Porque é uma especialidade médica

No Brasil a especialidade médica em Cirurgia de Mão foi criada pelo Conselho Federal de Medicina em1982.
Isso foi um reconhecimento para os médicos que tratam apenas das doenças que atingem a mão e o membro superior. Afinal a especialidade de Cirurgia de Mão tem livros, congressos e cursos próprios, todos independentes das outras especialidades médicas.

2) Porque é um médico muito preparado

Para se tornar um especialista em Cirurgia de Mão é necessário, após a Faculdade de Medicina, fazer a residência médica em Ortopedia. Depois, realizar mais uma residência em Cirurgia de Mão. Somando todo treinamento, são necessários onze anos de estudo para então submeter-se a provas teóricas e práticas elaboradas pela Sociedade Brasileira de Cirurgia de Mão que envolve todas as áreas médicas clínicas e cirúrgicas do membro superior. Só então, este médico se torna um Especialista em Cirurgia da Mão.

3) Porque um único médico é responsável por todas as lesões da mão

No passado, quando ocorria uma lesão na mão, o paciente era tratado por vários especialistas ao mesmo tempo (ortopedista, cirurgião plástico, cirurgião vascular, neurocirurgião). Na maioria das vezes, os resultados eram insatisfatórios porque cada especialista cuidava somente da sua área. Então se viu que havia necessidade de um único profissional tratar tudo relacionado às mãos, a fim de resolver o problema o mais rápido possível. Surgiu assim o Cirurgião de Mão, um especialista capaz de tratar clínica e cirurgicamente todas as estruturas das mãos até os cotovelos (ossos, articulações, ligamentos, tendões, músculos, vasos sanguíneos, nervos e até a parte estética).

4) Porque é a garantia de um resultado satisfatório e rápido

A filosofia do tratamento das patologias e traumatismos da mão é restabelecer a função, ou seja, proporcionar o retorno imediato dos movimentos e da sensibilidade. Devido à grande complexidade das estruturas que compõe a mão, o tratamento de pacientes com lesões graves deve ser altamente especializado, com cirurgias reparadoras e um bom programa de reabilitação a fim de obter o melhor resultado possível num curto espaço de tempo. Conforme estudos realizados pela Sociedade Brasileira de Mão, a maioria dos pacientes, quando tratados por não especialistas, levou mais de quatro meses para voltar as suas atividades normais, ao passo que, os tratados por Cirurgiões de Mão tiveram melhora em menos de três meses. Além disso, um número significativo de pacientes tratados por médicos não especialistas ficou com sequelas definitivas, a ponto de serem aposentos por invalidez.

5) Porque nem sempre há necessidade de cirurgia

A especialidade de Cirurgia da Mão não é somente uma especialidade cirúrgica. Um Cirurgião de Mão é um especialista em cuidados e tratamentos das doenças que ocorrem no membro superior e esses tratamentos podem ser clínicos, não sendo necessária cirurgia.

6) Porque é fácil encontrá-los

O Instituto da Mão foi inaugurado em Porto Alegre em Janeiro de 2004, e atende a pacientes de convênios e particulares.
As consultas, avaliações, procedimentos, pré e pós operatórios poderão ser feitos na própria clínica, enquanto as cirurgias e alguns outros procedimentos serão realizados nos principais hospitais de Porto Alegre (Santa Casa, Hospital Mãe de Deus, Hospital Moinhos de Vento) onde os médicos atuam como especialistas. O Instituto da Mão também conta com um setor de fisioterapia especializada em reabilitação de cirurgia de mão e confecção de talas removíveis (órteses).

7) Porque ele tem experiência no que faz

Por trabalhar somente com patologias localizadas no membro superior, o Cirurgião de Mão apresenta uma experiência maior no tratamento dessas patologias. Entre as patologias mais frequentes tratadas por este médico especialista estão as fraturas e as lesões ligamentares do punho e da mão; as lesões cortantes de tendões e nervos; a lesão traumática de ponta de dedo (unha e polpa digital); as amputações; a perda de cobertura cutânea; os problemas degenerativos causados por artrite ou artrose; as compressões nervosas, como a síndrome do túnel do carpo (que causa formigamento noturno da mão); e as deformidades congênitas, como a polidactilia (dedos extras) ou a sindactilia (dedos não separados).
O cirurgião de mão também trata de patologias que tem o seu problema inicial na raiz do membro superior, como as lesões do plexo braquial, que é o conjunto de nervos que vai da coluna cervical a mão.
Portanto, a especialidade de Cirurgia de Mão é voltada não apenas a própria mão, mas a todas as estruturas que lhe dão suporte. Por isso, seria melhor definida como cirurgia de mão e do membro superior.

Agora também no Centro Clínico Mãe de Deus.

O cirurgião de mão Ricardo Kaempf atende também no Centro Clínico Mãe de Deus, sala 501. Localizado na Rua Costa (atrás do hospital) no número 30, o Centro Clínico é um dos pilares do Hospital Mãe de Deus. Inaugurado em 1996, é composto por 58 consultórios, com 157 médicos preparados para atender a mais de 30 especialidades. Para agendar a sua consulta basta telefonar para o número 32302629.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
error: Content is protected !!