Doenças da Mão

Artroscopia de mão

Artroscopia é uma técnica cirúrgica minimamente invasiva que serve para realizar procedimentos dentro de uma articulação.

Na artroscopia de mão, punho ou cotovelo, procedimentos ambulatoriais realizados sob anestesia regional, a óptica e os instrumentais específicos para cada articulação são introduzidos por uma pequena incisão. As imagens são aumentadas e projetadas num monitor de vídeo onde podem ser avaliadas tanto pelo cirurgião quanto pela sua equipe. A artroscopia nos permite avaliar a integridade das estruturas em tempo real e, uma vez identificada a doença, tratá-la imediatamente.

Artroscopia do Cotovelo, Punho e Mão.

Nesta técnica o cirurgião efetua mini-incisões (normalmente duas) para entrada de uma óptica (câmera de vídeo) e dos seus instrumentais cirúrgicos.
Nas grandes articulações de nosso esqueleto, como no joelho e no ombro, estes procedimentos já são consagrados há mais de 20 anos. Em articulações como cotovelo, punho e, principalmente para base do polegar, havia a necessidade tornar esses instrumentais menores e mais delicados.
Uma óptica para artroscopia de joelho tem 4.5 milímetros de diâmetro, já para o polegar tem somente 1.9 milímetros.
Nos Estados Unidos, após o joelho e ombro, a artroscopia de punho é a mais frequentemente realizada. No Brasil, especialmente em Porto Alegre, e agora no Instituto da Mão, já é possível realizar todos esses procedimentos, com a mesma tecnologia utilizada no exterior.

COMO É FEITA UMA ARTROSCOPIA DE MÃO?
Cirurgia de mão por Artroscopia

Artroscopia de mão.

Normalmente são procedimentos ambulatoriais que são realizados sob anestesia regional. O que entra em contato com o paciente é a óptica (que é um estreito tubo de fibras ópticas presa numa mini-câmera) e os instrumentais específicos para cada articulação. As imagens são aumentadas e projetadas num monitor de vídeo onde podem ser avaliadas tanto pelo cirurgião quanto pela sua equipe.

O QUE SE PODE TRATAR COM A ARTROSCOPIA?

Uma vez dentro da articulação, o médico pode avaliar todas as estruturas que a compõem: cartilagem, ligamentos, superfícies ósseas e as patologias como inflamações, desgastes, rupturas de ligamentos,artrites, presença de corpo estranho, entre outras. Mas a artroscopia não serve só para tratamentos, também serve para diagnósticos. Quando exames de imagem convencionais são inconclusivos, a artroscopia nos permite avaliar a integridade das estruturas em tempo real, com a vantagem de, no mesmo momento, poder tratar as lesões encontradas.

A ARTROSCOPIA SUBSTITUI A CIRURGIA ABERTA TRADICIONAL?
Ilustração da artroscopia

Instrumental para artroscopia de mão.

Não. É uma técnica diferente que veio acrescentar, não substituir. Nem todos os procedimentos podem ser realizados por vídeo. No entanto, algumas cirurgias convencionais podem fazer uso da artroscopia como um auxiliar, como no tratamento das fraturas, para avaliar se ficaram bem alinhadas.

COMO É O PÓS-OPERATÓRIO?

Normalmente o paciente recebe um ponto em cada mini-incisão e este é fechado com um curativo esterilizado e a articulação envolvida é imobilizada com uma tala gessada que permite o movimento completo dos dedos. Este curativo permanece fechado nos primeiros 5 a 7 dias seguindo um protocolo
de exercícios com os dedos. Após este período, o seu médico faz o primeiro curativo.
Dependo do procedimento realizado, o paciente já pode fazer uso de uma imobilização menor, ou até, de uma tala removível. O tempo de cicatrização da estrutura reparada é o mesmo que na cirurgia aberta. No entanto, o tamanho do corte e da agressão são menores, por isso o paciente se recupera mais rápido.

QUAIS SÃO OS RISCOS?

Os riscos são os inerentes a qualquer procedimento invasivo (infecção, rigidez, lesão de nervo sensitivo local). No entanto, com uma correta avaliação da lesão, uso de técnica cirúrgica e de instrumentais específicos, com um cirurgião e equipe experientes, estes riscos ficam minimizados.
A cada ano, a cada congresso médico, novas tecnologias e aprimoramentos são apresentados. Hoje em dia, a tecnologia da artroscopia nos permite realizar inúmeros procedimentos, além avaliar e tratar dores sem causa aparente, realizando cirurgias com incisões minúsculas.
O papel do seu médico é de estudar estas técnicas para poder discutir com o paciente seus “prós e contras” e, junto com ele, definir uma conduta. Nem sempre, tudo que é o mais moderno é o melhor. No entanto, devemos dar a chance do poder da escolha.

Tem alguma pergunta específica sobre artroscopia de mão, punho ou cotovelo?
Pergunte ao Dr Ricardo.

 

Dr. Ricardo Kaempf de Oliveira
CREMERS 23655

 

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
error: Content is protected !!